Vistos

Visto de Estudo

Os estudantes que pretendam frequentar um curso em Portugal deverão solicitar um visto de estudos, que pode ser um Visto de estada temporária – destinado a estadias por um período igual ou inferior a um ano ou um Visto de Residência – destinado a estadias superiores a um ano.


Visto de Trabalho

Esse visto destina-se aos interessados em trabalhar em Portugal, que possuem uma carta convite de trabalho ou contrato de trabalho de uma empresa portuguesa, não podem ter sido imigrantes ilegais na Europa e nem possuir antecedentes criminais.


Visto D2

Essa modalidade de visto é aplicável aos imigrantes empreendedores com o intuito de investir em Portugal. O investimento deve ser realizado através de uma empresa que deverá ser constituída em Portugal, no âmbito de um determinado plano de negócios, o qual será apreciado, sobretudo sob uma perspectiva de relevância econômica, social, científica, tecnológica, ou cultural do investimento.


Visto D7

Esse visto destina-se a aposentados ou titulares de rendimentos próprios que pretendam residir em Portugal, independente da idade, usufruindo do estatuto de residentes não habituais e assim, serem isentos de tributação relativa a esses rendimentos ou pensões obtidos fora de Portugal, desde que já tenham sido tributados em seu país de origem.


Voltar